De bem com sua memória

Article Index

 

35T3 P3QU3N0 T3XT0 53RV3 4P3N45 P4R4 M05TR4R C0M0 FUN610N4 4 M3M0R14 PRIMING QU3 V1M05 N4 53M4N4 P4554D4. EL4 3 4DQU1R1D4 3 EV0C4D4 P0R M310 D3 D1C4S. R3P4R3 QU3 N0 C0M3Ç0 35T4V4 M310 C0MPL1C4D0, M45 460R4 SU4 M3NT3 J4 3ST4 D3C1FR4ND0 0 C0D1G0. P4R4BÉN5!

A memória priming é apenas uma entre as várias modalidades de memória que o nosso cérebro dispõe.

A memória de longo prazo, talvez a menos conhecida de todas, tem características fascinantes, as informações nela armazenadas podem ser recordadas de acordo com dois modelos: o “modelo prateleira” e o “modelo quebra-cabeça” (dizem que o hífen será o grande vilão da reforma ortográfica!).

Determinadas informações são recuperadas da memória de longo prazo de forma reprodutiva, com fidelidade de detalhes, como um produto é checado e apanhado na prateleira do supermercado. Essas informações, no entanto, apresentam prazo de validade e com o tempo começam a deteriorar. Outras informações, por sua vez, são reconstruídas a partir de fragmentos de memória, como na montagem de um quebra-cabeça, uma peça aqui, outra ali e acolá, logo é possível perceber forma e significado incipientes, apesar da aparente inacurácia.

Após alguns minutos ou dias do aprendizado, as informações são colocadas nas prateleiras; com o tempo - nosso rei ou algoz - se transformam em peças de um grande quebra-cabeça.

Essa evolução gradual do específico para o geral, do concreto para o abstrato, do reproduzível para o reconstruído, reflete, para muitos Neurocientistas, o incansável esforço do nosso cérebro de priorizar e organizar as informações advindas de um universo incoerente, aleatório e desorganizado.

Dessa forma, se eu preciso de fidelidade, como consigo voltar a informação para a prateleira? A resposta é dica: incorpore novas informações gradualmente e repita-as em intervalos regulares. Repita para recordar!

Até Goebbels, marqueteiro do Führer (o trema permanece em palavras estrangeiras), sabia disso: "Uma mentira muitas vezes repetida, torna-se verdade”. Infelizmente torna-se verdade e fica para sempre guardada em nossa memória.

Memorizou todas as dicas para ficar de bem com a sua memória? Não? Não tem problema, em outra oportunidade eu repito, dessa vez para você não esquecer mais.

Back to top