Você sabe o que é Resiliência?

O termo Resiliência vem da Física e trata-se da capacidade dos materiais de se recuperarem ou adaptarem rapidamente. È também a propriedade pela qual um corpo devolve energia que armazena ao sofrer uma deformação elástica assim que termina a tensão deformadora. O termo migrou para as ciências humanas e hoje representa a capacidade de um ser humano de sobreviver a um trauma e a resistência desse indivíduo face às diversidades. Também representa a capacidade do indivíduo de, uma vez exposto a estresse, resistir e vencê-lo.

Estudos têm mostrado explicações científicas variados sobre esse tema. A Biologia defende que cada ser humano é dotado de um potencial genético que determina se uma pessoa vai ser mais resiliente que outra. Já a Psicologia dá realce e importância às relações familiares, principalmente na infância pois isso construirá na pessoa a capacidade de suportar crises e superá-las. Já a Sociologia dá extrema importância à cultura, tradições e costumes de capa povo para determinar o nível de resiliência naquele indivíduo.

A resiliência ganha hoje espaço em pesquisas nas áreas das ciências humanas, médicas, sociais, administrativa e da aprendizagem. É preciso, mais do que nunca foi, aprender a ser resiliente no mundo moderno !

Não se é resiliente sozinho, embora a resiliência seja uma capacidade individual. Um dos fatores de maior importância é o apoio e acolhimento feito por outra pessoa. A família está envolvida no conceito de resiliência, tanto pela sua capacidade de interferir na resiliência dos seus indivíduos componentes quanto na habilidade de responder como uma unidade funcional resiliente, diante do estresse.

O conceito de resiliência tem sido, então, abordado como um atributo da personalidade desenvolvido no contexto psico-sócio-cultural em que as pessoas estão inseridas e a escola e a família têm sido vistas como os ambientes mais propícios para o enriquecimento dessa qualidade. É possível aprender a ser mais resiliente com ajuda familiar e com boa formação escolar. Na educação, é possível ter muito mais êxito se na vida houver flexibilidade de se viver os vínculos e afetos de forma profunda. A falta de flexibilidade em situações de dificuldades e sofrimentos é uma das dificuldades para se alcançar novos objetivos.

Ser pai e mãe significa saber ser e saber ensinar a ser resiliente, especialmente quando a criança possui algum comprometimento.

 
Back to top